Make your own free website on Tripod.com

Era uma vez... 


@ O AMOR E O TEMPO

lualua
Houve um tempo em que numa ilha muito pequena, confundida com o paraíso, habitavam os sentimentos como habitamos hoje a terra.
Nesta ilha, viviam em harmonia o Amor, a Tristeza, a Sabedoria, a Vaidade, a Alegria, a Riqueza e todos os outros sentimentos.

Um dia, num desses em que a natureza parece revoltar-se, o Amor acordou apavorado porque sentiu que a sua ilha estava sendo inundada. Mas esqueceu-se logo do medo que sentia e cuidou para que todos os sentimentos se salvassem.
Todos correram e pegaram seus barcos e fugiram para um morro bem alto, de onde poderiam ver toda a ilha sendo inundada mas sem que corressem perigo. Só o Amor não se apressou. O Amor nunca se apressa. Ele queria ficar um pouquinho mais em sua ilha.
Mas, quando já estava quase se afogando, o Amor lembrou-se que não poderia morrer. Então correu em direção aos barcos que partiam e gritou por socorro.

A Riqueza, ouvindo seu grito, tratou logo de responder que não poderia levá-lo, pois com todo o ouro e prata que carregava temia que seu barco se afundasse.
Passou então a Vaidade que também não poderia levá-lo, uma vez que ele, o Amor, se sujara por demais ajudando aos outros e ela, a Vaidade, não suportava sujeira.
Logo atrás da Vaidade, vinha a Tristeza, que sentia-se tão profunda que não queria a companhia de ninguém.
Passou também a Alegria, mas esta, tão alegre estava, que não ouviu o pranto do Amor.

Sem esperanças, o Amor sentou-se na última pedra que ainda se via sobre a superfície da água e começou a minguar. Seu pranto foi tão triste que chamou a atençáo de um velhinho que passava com seu barco. O velhinho apanhou o Amor em seus braços e o levou para o morro alto, junto aos outros sentimentos.
Recuperando-se, o Amor perguntou à Sabedoria quem era o velhinho que o ajudara.
A Sabedoria respondeu que tinha sido o Tempo.
O Amor questionou:
- Por que só o Tempo pode me trazer até aqui?
A Sabedoria então lhe respondeu:
- Porque só o Tempo tem a capacidade de ajudar o Amor a chegar aos lugares mais difíceis!


(Agradecimentos à Ana Maria que nos enviou esse conto.)

 


| HOME | ORIGAMI | PRISMA | ERA UMA VEZ... | AMIZADES 
| ORÁCULO | HOT-LINKS | NOSSAS FOTOS | FILMESESCREVA PARA NÓS 

©1997-2002, Chave Mágica
by Leandro Amaral e Ricardo Namur
Ilustrações em aquarela: Sérgio Ramos